quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Lugar de Paz e Tranqüilidade

- Puta que o pariu, lá vem aquela perua escrota encher a porra do meu saco...

- Bom dia, padre.

- Bom dia, dona Narcisa, que surpresa agradável! Como vai a senhora?

- Ai, padre, nada bem, nada bem, eu...

- Desculpe interromper, mas é que nós não permitimos cachorros na igreja.

- AU, AU!

- Não se preocupe padre, eu não vou demorar. É que a minha vida anda tão sofrida, padre, tão sofrida!

- Ah é, é?...

- AU, AU!

- Ai Padre, é só problema pra cima da gente, só problema! Parece que Deus não quer que a gente tenha sossego, sabe?

- AU, AUUUUU, AU!

- Sabe o que é, dona Narcisa? A igreja é um lugar de paz e tranqüilidade, por isso não permitimos a entrada de cachorros.

- Não se preocupe, o Flocos é um anjo. Mas como eu ia dizendo, minha vida é só sofrimento, padre. Por exemplo, semana passada o André levou a namoradinha nova lá em casa, e... Ai, tenho até vergonha de dizer!

- UUUU... UAU!

- É que as outras pessoas que querem rezar podem se incomodar com os latidos...

- Ela é estudante de teatro, padre! De teatro! Já imaginou? Meu filho, André Albuquerque, casado com uma estudante de teatro?! E não é só isso, padre, ela tem um piercing na língua. Na língua! Uma devassa!

- RRRRR... AU, AU, AUUUUUU!

- O barulho pode incomodar as outras pessoas, dona Narcisa, por isso eu...

- Eu não vou demorar, não vou demorar! Mas entende, padre, entende por que ultimamente só o que tenho feito é chorar? Parece que ninguém pensa em mim! É a empregada que só limpa de baixo da geladeira quando toma um esporro meu, o vizinho que às oito da noite liga o som alto e só indo pessoalmente reclamar com ele para que ele desligue, o Flocos que não tem comido a ração nova importada direito, enfim, é tudo em cima de mim!

- AU, AU, AU, AUAUAU, AU, AU, AUAUAU, AU, AU!

- A igreja é um lugar de paz e tranqüilidade, por isso...

- E o pior você não sabe, padre. A bomba que caiu na minha cabeça ontem à noite! O Alberto, meu marido, me deu a notícia que vai ter que viajar pelo menos uma vez por mês a Nova York, a negócios. Uma vez por mês, padre! À Nova York! Com todo o terrorismo, e as bombas lá, e as guerras! Claro, ele vai passar a ganhar bem mais fazendo isso, mas será que ele não percebe o quanto eu vou sofrer?! Será que ninguém percebe minhas preocupações, minhas aflições, meu sofrimento?! Percebe por que eu choro tanto, Padre, como ninguém pensa em mim?!

- AAAAAUUUUUUUU!!! A-A-A-A-AUUUUUUUUUUU!!!

- A IGREJA! É UM LUGAR! DE PAZ! E TRANQÜILIDADE! MERDA! CACHORRO FILHO DA PUTA!

Descontrolado, o padre acertou um chute no animal que fez lembrar seus tempos de jogador de futebol de salão. O mascote voou porta afora e caiu bem no meio da rua, bem embaixo da roda de um caminhão de lixo que passava por ali em uma velocidade incrivelmente alta para um caminhão de lixo.

- AAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIII, FLOCOS! Padre, pelo amor de Deus, padre, o que o senhor fez, padre?! O senhor matou o Flocos!!!

- Eu?! Não, não, quer dizer... A culpa não foi minha, tá na bíblia, tá na bíblia!

- O que tá na bíblia, padre, pelo amor de Deus, o que tá na bíblia?!

- Está lá: “Chora sem motivo e receberás um motivo real para chorar”! Palavras da salvação!

- Mas... Eu nunca ouvi essa frase na vida... Aonde isso está na bíblia, padre, aonde?!

- Ah, tá por ali... Perto da carta aos corinthianos, eu acho.

- Carta aos corinthianos? O senhor não quer dizer carta aos Coríntios?

- É, é, é um troço desse aí... Então, tá por ali assim, por ali...

7 comentários:

Thales disse...

Hahaha!!!

Excelente, como sempre!

Dether disse...

Puta queu pariu, essa foi foda demais! Carta aos corinthianos, huahuahauh

Anônimo disse...

AU, AUUUUU, AU!

Romoal disse...

hauahauhauah... É cada uma que o padre tem que aguentar.

abraço.

Walter Carrilho disse...

Lindo isso, simplesmente lindo! mas, vem cá: cadê aquelas minas com olhares lânguidos do template anterior? Aquilo era maravilhoso. Sério. Eu gamava nas duas...abs

LP disse...

Walter: A da esquerda era a Sara St. James, também conhecida como Jacqueline Lovell. Recomendo um filme dela: Nude Bowling Party. Arte pura. Da pra baixar no emule.

Manu disse...

Adorei teu blog... adorei teus textos... jah add nos meus links bacanas... mto show!!!
Bjus, Manu