quinta-feira, 30 de novembro de 2006

Uma Festa da Pesada

“Hoje à noite: sexo drogas e rock’n roll. Não perca! Apenas R$20,00 e tudo liberado”.

- Toc, toc.

- Sim?

- Olá, vim para a festa.

- Que festa?

- A que está nesse cartaz, sexo, drogas e rock’n roll.

- Ah, sim, essa festa. Mas o pagamento é adiantado.

- Aqui está.

- Entre, entre.

- Mas onde ta todo mundo?

- Que todo mundo?

- Da festa!

- Na verdade você foi o primeiro a chegar.

- Mas já são duas da manhã!

- Ah, sabe como é, né?As pessoas gostam de vir tarde pra essas festas, né?

- É, acho que sim...

- Pode se servir, a bebida é liberada.

- Mas aqui só tem Fanta Uva e Mineirinho.

- É isso aí, cara, Fanta Uva e Mineirinho, cara, Fanta Uva e Mineirinho! Woohoo!

- Porra, mas e o Álcool?E as drogas?

- Psssss... Ta aqui, ó, cara...

- Que isso? Bombom?

- Psssss... Bombom de licor, cara, bombom de licor...

- Ah, vai pra puta que o pariu, me devolve o dinheiro que eu to indo embora.

- Mas e o sexo, cara, não vai querer o sexo?

- Que sexo, não tem mulher nenhuma aqui!

- Bom, de carne e osso não, mas eu tenho essa coleção de revistas...

- Marie Claire?

- Pode usar à vontade, cara, o banheiro é na segunda à direita.

- Eu não quero, porra, não quero! E quer saber, fica com o dinheiro, to saindo fora! Porra, era só o que me faltava, Marie Claire e... Peraí, peraí... Isso que ta tocando é...

- É isso mesmo. Glenn Miller, cara... Glenn Miller...

- Bom, talvez eu fique mais um pouco...

E passaram a madrugada se embriagando com os bombons de licor e dançando coladinhos ao som de “Moonlight Serenade”. Foi a noite mais mágica de suas vidas.

Um comentário:

vahnzz sam disse...

huahuaha, q história foda!! meio gay, mas foi foda!!

hauhuaha