sábado, 25 de novembro de 2006

Inimigo Oculto

- Puxa vida, um rolo de papel higiênico como presente de inimigo oculto? Muito original, Fonseca, realmente muito original.

- Mas não vai usar aqui na frente de todo mundo, hein Sanchez? Hehehe...

- Ah, sim, muito boa, Fonseca, muito boa... Bom, creio que chegou minha vez, vamos ver quem advinha. O meu inimigo oculto é... É... Ele é muito... Gosta de... Ah, foda-se, é o Onassis!

- Sou eu? Puxa, que honra, Sanchez!

- Aqui está seu presente de inimigo oculto, amigão.

- Veja só, veja só, é uma caixa bem grande. E está vazando algo vermelho do fundo... Já sei, é uma garrafa de vinho?

- Não, não, abre a caixa e verá.

- Um sorvete de morango?

- Não, abre a...

- Refresco de groselha?

- Abre logo a porra da caixa!

- Vamos ver, vamos ver... Puxa, quem deu esse nó, hein? Vou abrir com cuidado para não estragar a embalagem... Estou abrindo, estou abrindo...E é uma... É uma... PUTA QUE O PARIU, É UMA CABEÇA HUMANA!!!

- Não é só uma cabeça humana, Onassis. É a cabeça da sua avó!

- É a... Cabe... Mi... Vó... Hahahaha, você me deu de inimigo oculto a cabeça da minha própria avó?

- Hehehe, precisava ver sua cara quando viu que a cabeça era da sua avó! Impagável, Onassis, impagável.

- Hahaha, realmente nessa você me pegou, Sanchez... E eu que achei que tinha exagerado dando uma cueca do ursinho Puff pro Antunes! Genial, Sanchez, genial.

- E você nem imagina o trabalho que deu pra conseguir essa cabeça, Onassis. Tive que fingir ser entregador de farmácia para sua avó me deixar entrar em casa. Como não tinha armas, a solução foi tentar matá-la com suas próprias muletas. E vou te falar, sua avó era dura na queda, hein? Foram uns vinte minutos de coronhadas constantes na cabeça até que finalmente a velha morreu. E pra cortar o pescoço, então? Impressionante como ela não tinha uma faca afiada em toda a casa.

- Puxa vida, Sanchez, todo esse sacrifício só para fazer essa brincadeira comigo? Porra, Sanchez, você é o cara, Sanchez, você é o cara... Ao contrário do idiota do Fonseca. Dar papel higiênico de inimigo oculto, que brincadeira mais sem graça...

- É, o Fonseca é mesmo um idiota...

E o Fonseca saiu correndo da sala para chorar sozinho no banheiro masculino. Foi o pior inimigo oculto da sua vida.

2 comentários:

artur. disse...

blog interessante. :)

Anônimo disse...

caralho, que merda é essa?
aí, aproeita o papel higiênico que isso aí num dá naum ...